× Capa Textos E-books Fotos Perfil Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Francisco Martins Silva
E os cantos e os poemas de paz vão se compondo. Tudo isso pela tão querida paz que almejamos.
Textos
São Félix de Balsas e seus desdobramentos históricos, culturais e políticos
Francisco Martins Silva
Professor licenciado em Geografia pela Universidade Estadual do Piauí.
Especialista em Pedagogia Escolar pela Faculdade de Teologia HOKEMÃ.
Mestrando em Ciências da Educação pela UNIFUTURO.

Resumo
São Félix de Balsas, município do estado do Maranhão, ao tornar-se região povoada por migrantes vindos do Piauí desde meados do século XVIII, passando pelo processo de escravização de povos indígenas, surgimento da sede e dos povoados principalmente por localizar-se às margens do rio Balsas, a influência e devoção a São Félix de Valóis, o processo de emancipação política para seu desmembramento do município de Loreto, são fatores que ao longo de muitos anos vem reescrevendo e ampliando com verdadeiro sentimento de pertença e valor os aspectos históricos, culturais e políticos da região. As tradições culturais e religiosas e a trajetória política do município têm-se tornado de grande visibilidade e despertado interesses para maior conhecimento.

Palavras-chave: São Félix de Balsas; Emancipação; Cultura; História.

Summary
São Felix de Balsas, a municipality in the state of Maranhão, becoming a region populated by migrants from Piauí since the mid-eighteenth century, through the process of enslavement of indigenous peoples, the emergence of the headquarters and settlements mainly because they are located on the banks the influence and devotion to Saint Felix de Valois, the process of political emancipation for its dismemberment of the municipality of Loreto, are factors that over many years has been rewriting and enlarging with a true sense of belonging and value the historical aspects, cultural and political aspects of the region. The cultural and religious traditions and the political trajectory of the municipality have become of great visibility and aroused interests for greater knowledge.

Keyword(s): São Félix de Balsas; Emancipation; Culture; Story.

Introdução

Durante anos desde a chegada dos primeiros moradores, a plantação de lavouras e surgimento dos primeiros comerciantes, São Félix de Balsas município pertencente ao estado do Maranhão teve seus primeiros passos como povoado e vila pertencendo a Loreto, e que por um mosaico de fatores influenciados pela política, a religião e a cultura consolidou-se como um território que banhado pelo rio Balsas e seus riachos tornou-se um município com uma cidade-sede São Félix de Balsas e seus povoados, verdadeiro patrimônio territorial que merece atenção.
As festividades religiosas, cívicas e culturas como o aniversario da cidade, os festejos de São Félix de Valóis, o Divino espirito Santo, os Santos Reis e outras manifestações culturais tem-se destacado no senário municipal.
Os interesses sociais, o surgimento de partidos políticos, sindicatos, a criação de escolas e implantação de órgãos do governo no município trouxeram à região, sobretudo à cidade de São Félix de Balsas o caráter de um lugar que mesmo por instalar-se na ilha de Balsas, numa localização a 39km da BR 230 que liga o município às outras localidades do estado do Maranhão, traz em seu histórico o perfil de uma região que aspira por ações promissoras.

São Félix de Balsas e seus desdobramentos históricos

O município de São Félix de Balsas Maranhão, tem desde o seu princípio de povoamento, ao longo do século XVIII com a chegada dos primeiros moradores advindos do Piauí até tornar-se emancipado um município com sede própria, uma história política de relevante importância para nosso conhecimento e proveito para com a condução dos desdobramentos de toda sua trajetória.
Há registros de que no princípio de seu povoamento, migrantes que vindos de algumas localidades do Piauí e também de outras áreas do nordeste,  e que fugindo das secas e de dificuldades para sobreviverem se instalavam na região devido  abundância de águas por conta do rio Balsas e de riachos na região, e em busca de terra fértil para o plantio, porém, um dos pontos altos foi a criação do Aldeamento São Félix da Boa Vista às margens do rio Balsas em meados de 1750, sobre influencia também do movimento bandeirantes que na época por vários estados e regiões se expandiam como meio de dizimar ou escravizar índios, no caso akroas e guegues nestas proximidades, como afirma DIAS (2012): “e tiveram que combater grupos indígenas que continuamente encontravam-se vagando por várias regiões entre as capitanias circunvizinhas”; e barganhar poder político e territorial, realizando-se assim com um processo motivado tanto pela instalação de fazenda como pela adestração de indígenas capturados para o trabalho escravo.
Posteriormente foram povoando a região famílias vindas do Piaui como: de São Raimundo Nonato, Canto do Buriti, Uruçuí, Oeiras, etc.


São Félix de Balsas e seus desdobramentos culturais

O município de São Félix de Balsas traz em seu histórico ritos culturais de suma importância para o enriquecimento de sua história, sobretudo àqueles voltados à religiosidade, pois, manifestações de fé e devoção a São Félix de Valóis no que se refere às manifestações religiosas, originada e motivada por moradores que vindos do Piauí, mas precisamente da cidade de Oeiras que ao chegarem na região trouxeram consigo uma imagem do santo, esta tornando-se devotada até por índios que viveram na região, e que com o passar dos anos projetou-se a construção da Igreja de São Félix de Valóis, que num futuro viria a se tornar Paróquia enquanto município emancipado e que pertencente à diocese de Balsas Maranhão, sendo que o mesmo em 2010 veio a tornar-se Santuário São Félix de Valóis.
A devoção religiosa ao Divino Espírito Santo tem forte representação nos povoados Batateiras e Mamoeiro que como expressão religiosa vem a fortalecer os ritos culturais da região.
O folclore também vem manifesto nas festividades do Reisado que durante longos anos veio a ser festejado no mês de janeiro em alusão a 6 de janeiro dia dos Santo Reis, vivenciados e apresentados às comunidades pelos moradores do povoado Mamoeiro. Um outro aspecto que tem manifesto ao longo de anos e com relevante importância nos ritos culturais são as festas de São Pedro e São João tanto na comunidade Santa Rosa motivados e festejados por dona Ana Martins Reis (Ana Piauí) como também no povoado Pé da Ladeiro onde também se festeja São João Batista.

São Félix de Balsas e seus desdobramentos políticos

Apesar de ter-se dado inicio ao povoamento da região no século XVIII tanto com a criação do Povoamento São Félix da Boa Vista por migrantes do Piauí, com a captura e condução de índios para região que ficou num passado que requer bastante atenção e estudo, visto que  São Félix de Balsas já ter se tornado um Distrito pela lei provincial nº 13 de 8 de maio de 1835, ainda no século XIX, e passado a pertencer ao município de Loreto, foi nas primeiras décadas do século XX sob a influência de Henrique Martins considerado o primeiro anfitrião do lugar que ao casar-se com Inês Sandes foi quem deu os primeiros passos na contribuição para com o surgimento de escolas, agencia dos correios, comercio e festividades cívicas, São Félix de Balsa já vivenciava seus passos para a civilização.
É oportuno ressaltar que politicamente o território de São Félix começou a aspirar por emancipação e com grande  interesse pela sua verdadeira independência como município foi sob influência de Augusto Martins e Antonio Martins Macedo (Tonico Martins) filhos da terra que tornaram-se prefeitos em Loreto e por Manoel Pereira da Silva (vereador) em Loreto, dentre outras personalidades que manifestaram apoio, iniciou-se as discussões sobre a emancipação de São Félix de Balsas vindo a concretizar-se com a aprovação da lei 1852 de 9 de novembro de 1959, passando a vigorar a partir de janeiro 1961 e com a implantação do distrito sede em 12 de abril de 1961.
Claro Martins, comerciante e um dos mais antigos moradores da região assumiu o cargo de prefeito provisório logo após a implantação do Distrito sede de São Félix de Balsas a partir de 1961 até a realização do processo eleitoral, sendo que Francisco Martins Santos (Santos Martins) assumisse como primeiro prefeito eleito pelo voto direto, com chapa única e para um mandato de seis anos, este tendo como vive - prefeito Antonio Martins Macedo (Tonico Martins). Cabe ressaltar que Tonico Martins (irmão mais novo de Henrique Martins) já havia então assumido o cargo de prefeito de Loreto, eleito na década de 1950, bem antes da emancipação do município de São Félix de Balsas, sendo este um dos percussores na luta por emancipação.

São Félix de Balsas e seu contexto atual

O município de São Félix de Balsas, na atualidade mostra-se um espaço de grandes discussões e expressões sociais, tanto para com a preservação da sua história como é notável as comemorações cívicas de 12 de abril em alusão ao aniversário da cidade e pelo processo de sua emancipação, e também nas comemorações dos festejos do santo padroeiro São Félix de Valóis dos dias 11 a 20 de novembro. No senário político enquanto São Félix ainda povoado de Loreto, os registros relevantes da atuação de Augusto Martins e Tonico Martins como prefeitos de Loreto na década de 1950, após a emancipação do município inspiraram outras personalidades à ascensão política como José de Arimatea Barros, João Oliveira Reis, Manoel Pereira da Silva, Felix Costa Neto dentre outros, sobretudo, a ascensão de mulheres como Socorro de Maria Martins ao cargo de prefeita em 2008. Tal fato proporcionou maior visibilidade dentro do processo democrático, sobretudo da atuação da mulher na política.
O município de São Félix de Balsas tem sido agraciado com ações voltadas à educação no que se refere à formação de professores sob a atuação de Pe. Raimundo Alves que em parceria com a UEMA instalou no município curso universitário para contemplar formação acadêmica para educadores da região.
Atualmente São Félix de Balsas conta uma população de 4.609 habitantes, estimativa 2018 (IBGE).

Considerações finais

Todas as questões relatadas em relação aos aspectos históricos, foram resultados de análises e busca de informações seguras para contemplar de forma objetiva como se iniciou o curso de povoamento, os motivos e suas consequências tornando-se uma região habitada com influências comercias, interesses políticos e a evolução das tradições culturais de seu povo.
É pertinente ressaltar que as manifestações religiosas, folclóricas e cívicas são fatores importantes que enriquecem a história do município de São Félix de Balsas – MA e precisa-se sempre serem cultivadas e preservadas para que não se percam na história.
Dentre os fatos expostos neste artigo, o processo político com seus desdobramentos tem ficado na memória do povo são felense, marcado o cotidiano e motivado muitos a seguirem o caminho da política, sobretudo na gestão pública.

Referências

Processo 258. Assembleia Legislativa do Maranhão. PROJETO DE LEI  351. Ano 1956.
CORREA FILHO, Francisco Lages; GOMES, Érico Rodrigues; NUNES, Ossian Otávio; LOPES FILHO, José Barbosa. Projeto cadastro de fontes de abastecimento por água subterrânea: estado do Maranhão: Relatório diagnóstico do municpio de São Félix de Balsas.
URI: http://rigeo.cprm.gov.br/jspui/handle/doc/15628
Data: 2011

DIAS, Nívea Paula. A Capitania de São José do Piauhy na racionalidade espacial pombalina. Natal, GN. Universidade estadual do Rio Grande do Norte. 2012.

NOSSA HITÓRIA. http://www.saofelixdebalsas.ma.gov.br/cidades/cidades/

SANTANA, Anchieta Alves de. Cidade Menina. Uruçuí. 2018.

SÃO FÉLIX DE BALSAS. https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ma/sao-felix-de-balsas/historico

Francisco Martins Silva
Enviado por Francisco Martins Silva em 26/05/2019
Alterado em 31/03/2020
Comentários